Candidatura Lidl Online

A HISTÓRIA DA LIDL

A Lidl é uma rede de supermercados de origem alemã, presente em 30 países em todo o mundo. Foi fundada por Dieter Schwarz por volta dos anos 1973 na Alemanha.

Pertence ao Grupo Schwarz, o maior grupo de retalho na Europa. Depois da abertura da primeira loja Lidl, em 1973, tornou-se o maior grupo de comércio a reatalho alemão, com mais de 9.900 lojas em toda Europa. De acordo com um estudo publicado pela empresa de consultoria Deloitte, o Grupo Schwarz com o Lidl, é agora o quarto maior grupo comercial do mundo.

A LIDL EM PORTUGAL

Em Portugal o Lidl está presente desde 1995. Em Setembro de 2017, possui 246 pontos de venda e quatro entrepostos, adquirindo a produtores nacionais “mais de metade dos produtos” comercializados.

O RECRUTAMENTO

A LIDL é conhecida pelas ótimas condições de trabalho e pelos salários acima da média, o único contra é que maioria dos empregos ou oportunidades são em part-time, no entanto os pagamentos como são superiores à média e com boas condições de trabalho.

O recrutamento da LIDL é feito através do  site deles, após consultar as oportunidades disponíveis ao clicar em Candidatar terá que criar um utilizador e password… só após essa fase é que pode efectivar a candidatura.

http://empregos.lidl.pt/

http://empregos.lidl.pt/pt/oportunidades-347.htm

Recrutamento Finanças (Autoridade Tributária)

Trabalhar nas Finanças ou Autoridade Tributária é um emprego como qualquer outro, com a vantagem de sermos funcionários públicos com tudo o que isso trás e com a estabilidade que isso nos proporciona.

O recrutamento e seleção da Autoridade Tributária é feito por concurso, no entanto existe uma página no próprio Portal das Finanças onde estão explicados os procedimentos e vagas:

http://info.portaldasfinancas.gov.pt/pt/dgci/recursos_humanos/recrutamento_pessoal/Pages/default.aspx

Geralmente após a candidatura os candidatos que cumprem os requisitos são chamados para efetuar provas e conforme o resultado das mesmas é apurado o ou os candidatos que são contratados.

Há posições que só estão disponíveis a internos, isto é, só quem já é funcionário da Autoridade Tributária é que se pode candidatar.

Ser Motorista Uber em Portugal

Há duas formas de trabalhar para a Uber em Portugal, uma é ser Parceiro-Motorista, isto é trabalha diretamente para a Uber e tem que assegurar todos os custos inerentes a isso, a outra é trabalhar para empresas que são parceiras da Uber.

A vantagem de trabalhar numa empresa que já seja parceira da Uber é que  irá ter menos custos, uma vez que na maioria das vezes é a empresa que lhe cede o carro e o telemóvel (com dados móveis) para usar durante o serviço. Há empresas que trabalham para a Uber que também trabalham para outras plataformas o que geralmente significa que tem mais trabalho… e que terá a possibilidade de ganhar mais (se ganhar à comissão!).

Outra vantagem de trabalhar para uma empresa que já seja parceira da Uber é que a empresa o ajudará no cumprimento dos requisitos.

O outro cenário é trabalhar diretamente para a Uber.

Caso trabalhe diretamente terá que ter em conta o investimento no carro, telemóvel etc… uma vez que será responsável por todos os requisitos exigidos, o ponto a favor é que receberá na totalidade o valor pago pela Uber não estando numa hierarquia em que o seu patrão também tem que ganhar.

Para trabalhar a conduzir para a Uber em Portugal tanto o Motorista como a viatura tem que obedecer a algumas regras, estas regras pode ser consultadas no site da Uber, enumero abaixo as mais importantes.

Requisitos do Motorista Uber

  • Tem que ter mais do que 21 anos
  • Tem que possuir  Carta de Condução há mais de 3 anos e averbamento do grupo 2. O averbamento deverá ser apresentado até 30 dias após a ativação da sua conta. Para saber como obter o averbamento pode consultar o site do IMT
  • Ter um Registo Criminal sem antecedentes. Este deverá estar válido e ser pedido para efeitos de motorista, incluindo a cláusula de contacto regular com menores

Requisitos do Carro

Relativamente ao(s) seu(s) carros(s) existem também alguns requisitos que deverá cumprir:

  • Idade inferior a 7 anos (a contar da data do 1º registo)
  • Estar enquadrado nos serviços existentes em Portugal. Veja a lista de veículos
  • O títular do veículo deverá ser a entidade titular da licença para transporte de passageiros (seja este sua propriedade ou através de um contrato de renting ou leasing)
  • O seguro do veículo ter as seguintes coberturas mínimas:
    • Responsabilidade civil de 50.000.000€
    • Proteção de Ocupantes de 10.000€
    • Cobertura para a atividade comercial de transporte de passageiros (explícita nas condições do seguro)
  • No caso de veículos com mais de 1 ano, deverá ser apresentado anualmente o certificado de Inspecção Técnica Periódica

Para mais informações pode consultar diretamente o site da Uber na área de inscrição de parceiros.

Quanto Ganha um Motorista da Uber em Portugal?

Como ganha ao serviço e há bastante flexibilidade de horários, há uma serie de factores que influenciam o que pode ganhar, por exemplo as horas em que trabalha, porque há horas do dia com mais procura! a zona também influencia bastante, se está em Lisboa, Porto, Braga etc… ou outra cidade turística e com muita população há mais pedidos de transporte na plataforma logo há mais serviços que pode efetuar.

O preço das viagens também tem em conta o a disponibilidade dos motoristas, isto significa que se na sua zona há muitos Uber’s e pouca procura o preço será mais baixo do que numa zona em que se registe o inverso.

O que são os Serviços Mínimos Bancários

Há uma oportunidade que muitas pessoas estão a desperdiçar e com isso estão a perder dinheiro… todos os Bancos cobram comissões, anuidades de cartões, etc. muito facilmente um banco nos cobra 100€ por ano só para termos conta à ordem e um cartão multibanco. Para ganhar 100€ por ano basta-lhe ir ao seu Banco e pedir acesso aos Serviços Mínimos Bancários. Neste artigo tento de forma simples e clara mostrar o que isso é e as condições!!

O que são os Serviços Mínimos Bancários?

Os bancos Portugueses são obrigados desde o ano passado a fornecer uma serie de serviços por um preço equivalente a 1% do salário mínimo nacional, isto significa que por 5.57€ por ano!

Que Serviços estão Incluídos?

  • Abertura e manutenção de uma conta de depósito à ordem – a conta de serviços mínimos bancários;
  • Disponibilização de um cartão de débito para movimentação da conta;
  • Acesso à movimentação da conta de serviços mínimos bancários através de caixas automáticos, serviço de homebanking e balcões da instituição de crédito;
  • Realização de depósitos, levantamentos, pagamentos de bens e serviços, débitos diretos e transferências intrabancárias nacionais, sem restrição quanto ao número de operações que podem ser realizadas.

Quais as condições para aderir aos Serviços Mínimos Bancários?

Pode aderir a este serviço qualquer pessoa que tenha apenas uma conta de depósitos à ordem, não interessa o banco só pode ter uma conta! e esta conta tem que ter sido movimentada pelo menos uma vez nos últimos 6 meses.

Há também condições especiais para pessoas com mais do que 65 anos  ou com um grau de invalidez permanente igual ou superior a 60%.

Quais são as condições para manter os Serviços Mínimo Bancários?

  • O saldo médio a 6 meses tem que ser superior a 5% do Salário Mínimo Nacional, ou seja tem que lá ter pelo menos 27.85€, se um mês baixar deste valor tem que ter cuidado… e no próximo deixar mais algum para que a média dos últimos 6 meses não baixe dos 27.85€
  • Tem que fazer pelo menos um depósito, levantamento ou pagamento de 6 em 6 meses… basta por exemplo receber nessa conta o Salário ou um subsidio para garantir que não lhe tiram o direito a esta conta.
  • Ambas as regras anteriores não se aplicam no primeiro ano, segundo as regras do Banco de Portugal o banco não lhe pode encerrar a conta durante o primeiro ano.

Posso ter uma conta de depósitos a prazo e aceder a este serviço?

Sim! Quem beneficia deste serviço pelos 5.57€ tem acesso aos serviços mínimos (ver Serviços Incluídos), no entanto não está impedido nem perde o direito de usufruir caso opte por aceder a outros serviços fornecidos pelo banco (desde que continue a manter as condições de acesso!), por isso não há problema se tiver depósitos a prazo, contas poupança, fizer transferências para outro banco ou internacionais (as que estão incluídas são apenas entre contas do mesmo banco!), pedir um empréstimo, entre outros serviços fornecidos pelo banco.

Para segurança e não perder o acesso o melhor é informar-se no próprio banco ao aderir a um serviços, pois algumas condições variam de banco para banco.

Quais são os Bancos em que posso pedir?

Os bancos que fornecem os serviços mínimos bancários são obrigados a ter afixado um aviso modelo em que informam os seus clientes que fornecem este serviço.

Serviços Minimo Bancarios

Os Bancos que fornecem este serviço estão também obrigados a disponibilizar um documento com as características do mesmo num determinado formato denominado de Ficha de Informação Normalizada. Segue a lista dos bancos aderentes e o link para respectiva Ficha de Informação Normalizada (FIN)

Instituição de crédito Conta de serviços mínimos bancários – Ficha de informação normalizada
Abanca Corporation Bancária FIN
Banco Activobank FIN
Banco BIC Português FIN
Banco Bilbao Vizcaya Argentaria FIN
Banco BNI Europa FIN
Banco BPI FIN
Banco Comercial Português FIN
Banco CTT FIN
Banco de Investimento Global FIN
Banco do Brasil FIN
Banco Invest
Banco Popular Portugal FIN
Banco Privado Atlântico-Europa FIN
Banco Santander Totta FIN
Bankinter FIN
Best – Banco Electrónico de Serviço Total FIN
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo da Chamusca FIN
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Bombarral FIN
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Leiria FIN
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Mafra FIN
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Torres Vedras FIN
Caixa Económica da Misericórdia de Angra do Heroísmo FIN
Caixa Económica Montepio Geral FIN
Caixa Geral de Depósitos FIN
Crédito Agrícola* FIN
Crédito Agrícola Açores FIN
Deutsche Bank FIN
Novo Banco FIN
Novo Banco dos Açores FIN

Trabalhar na Alemanha

A chanceler alemã Angela Merkel, disse na semana passada, que a Alemanha tem a porta aberta para a contratação de mão de obra especializada de países Europeus que tenham um nível elevado de desemprego, e foi especifica ao ponto de referir a situação de Portugal e Espanha.

Esta mão de obra especializada refere-se a jovens licenciados de várias áreas, existem perto 500 000 vagas a ocupar na Alemanha, li agora no Jornal Publico que está a ser preparada uma campanha para aliciar e incentivar os desempregados Portugueses e Espanhóis a partirem para a Alemanha.

Tendo em conta que pela estatística existem 50 000 licenciados no desemprego em Portugal, a concorrerem todos ainda sobram lugares!!

Nota-se claramente que a crise na Alemanha já faz parte do passado, quem puder e quiser é uma oportunidade de ir para um país com o qual Portugal tem muito a aprender.

Com os cortes que temos sofrido em Portugal a vontade de ter mais qualidade de vida é grande (pelo menos a minha), embora possa custar deixar tudo que temos aqui, é uma hipótese a ponderar, não só pelos salários atrativos mas pela qualidade de vida mais elevada, e pela oportunidade de trabalhar num país dos mais desenvolvidos do planeta.